Jogo de loucos

Publicado em 14/03/2017 |

No passado sábado, a Associação Desportiva de Valongo deslocou-se até Riba d’Ave para defrontar a equipa da casa tendo empatado 9-9, num jogo fora do normal.

O Valongo marcou cedo por Pedro Mendes aos 2 minutos. O 1-1 chegou um pouco depois, através de Tiago Pimenta. Na sequência do golo, Miccoli levou cartão azul e o Valongo aproveitou com golo de João Ramalho.

Em situação inversa, João Ramalho viu o cartão azul e Raul Meca fazia o 2-2. Na conversão da 10 falta do Riba d’Ave, Pedro Mendes não conseguiu marcar, mas Guilherme Silva fez o 2-3 na recarga. Pedro Mendes fez uns minutos depois o 2-4. Uma situação insólita que ocorreu a meio da primeira parte, o cronômetro do pavilhão deixou de funcionar (o que já não é a primeira vez que acontece) até ao final do jogo.

A castigar a 10 falta do Valongo, Tiago Pimenta fez o 3-4 de livre direto e de seguida falhou pouco depois um livre direto, por azul mostrado a Guilherme Silva, mas com mais um jogador em campo, o Riba d’Ave chegou mesmo ao empate por Vítor Hugo. Na 15 falta do Riba d’Ave, Rúben Pereira não conseguiu bater Afonso Ferro. Do outro lado, Vítor Hugo também falhava um livre direto por azul a Xavi Cardoso. Voltava o Valongo a passar para a frente do marcador por Diogo Seixas. O empate chegou por Hugo Azevedo, fazendo o 5-5. Antes do intervalo, Leonardo Pais ainda defendeu mais um livre direto. Uma primeira parte que ficou marcada pela falta do marcador eletrônicos, tendo a mesma durado 1:20h.

Na segunda parte, Vítor Hugo colocava a equipa da casa na frente do marcador. O Valongo reagiu e deu a volta ao resultado com dois golos de Rúben Pereira

Na conversão da 20 falta do Valongo, Vítor Hugo voltou a falhar um livre direto. Do outro lado, foi Rúben Pereira a falhar também um livre direto a 29 falta. Na disputa de um lance, Bruno Serôdio e Guilherme Silva viram o cartão azul. Logo depois, foi Xavi Cardoso a ver cartão azul mas Hugo Azevedo desperdiçou um livre direto.

O Valongo conseguiu aumentar a vantagem para 2 golos novamente por Pedro Mendes. O Riba d’Ave chegou ao empate a 8 bolas com dois golos de Vítor Hugo. Com João Almeida na bancada a recuperar de uma lesão, Carlos Ramos “Carlitos” que joga na equipa de juvenis e juniores foi chamado para bater o livre direto da 15 falta tendo feito o 8-9 para delírio dos adeptos valonguenses.

No último minuto, Leonardo Pais defendeu mais uma grande penalidade de Vítor Hugo. A 10 segundos do fim, Bruno Serôdio fez o empate. Um bom jogo que ficou marcado pelos 8 cartões azuis (3 ao Riba d’Ave e 5 ao Valongo), pelas 56 faltas (28-28), pela falta do marcador eletrônico e pelas inúmeras bolas paradas.

Ainda assim todos os jogadores do Valongo tiveram uma grande atitude durante o jogo. Um agradecimento aos nossos adeptos pelas 2:30h de jogo sempre a apoiar a equipa!

Gosta deste artigo? Partilhe-o!